sábado, 8 de novembro de 2008

FILO-CAFÉ "FECUNDAÇÃO E ALÍVIO" no Porto

Filo-Café: Fecundação e Alívio
22 Novembro 2008, 21h30

Orfeão do Porto, Praça da Batalha, 123 – 1º

Porto

Inscrições Abertas:

Para a sua inscrição, de forma livre, indique nome, lugar de proveniência e área de emissão, através de incomunidade@gmail.com ou: (00351)965817337. As inscrições estarão abertas até ao dia 15 de Novembro (podendo ser fechadas antes, caso o nº de inscritos o justifique)

Áreas de Emissão: Pensamento, Fotografia, Música, Performance, Poesia, Pequenas-Comunicações, Artesanato, Filosofia, Semiótica, Pintura, Escultura.

As obras relativas às Artes Visuais devem ser instaladas, no espaço do Orfeão, a partir de 17 de Novembro.

Inscritos (em actualização permanente):

Eugénia costa (Coimbra, poética), Nelson silva (Porto, fotografia), Elisabete pires Monteiro (Boticas, pintura), Alice Valente (Lisboa, pintura), Paula Silva (Porto, texto), Vicente Pereira (Porto, pintura), Gilberto Martelo (Porto, pintura), Júlia Esmeralda (Gaia, poética), Alice Macedo Campos (Penafiel, poética), Svitlana Oksyuta (Kiev, música), Mariola Soutelo (Compostela, música), Deborah Nofret (Ponferrada, fotografia), Ana Luísa Monteiro (Boticas, fotografia), Alexandre Teixeira Mendes (Porto, pensamento), Teixeira Moita (Braga, pintura), Carlos Silva (Porto, Fotografia), Pedro Riobom (Porto, artesanato), Carla mota (Feira, artesanato), Manoel Bonabal (Compostela, artes), Catarina Miranda (Vila Real, música), Aurelino Costa (Argivai, poesia), Sílvia Cobán (Chisinau, música), Tomás Magalhães Carneiro (Porto, edição), Hugo Calhim Cristóvão (Porto, pensamento), Jorge Taxa (Porto, pensamento), Graça de Almeida (Porto, pintura), Isabel Silva Bernard (Porto, artesanato), Miguel Oliveira (Oliveira de Azeméis, pintura), António Beça (Porto, música), J. Jiménez (Corunha, pintura), Concha Rousia (Compostela, poesia), Tiago Moita (S. João da Madeira, poesia), Hermínio Chaves Fernandes (Vilar, encenação), Jorge Barreto (Porto, design), Marta Oliveira (Porto, artesanato), Hugo Nascimento Veloso (Porto, teatro)

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

GONÇALO M.TAVARES EM S. JOÃO DA MADEIRA




É já amanhã, 25 de Setembro, pelas 18H00 que o célebre escritor português, autor do livro "Jerusalém" - vencedor do Prémio Saramago 2005, Gonçalo M. Tavares vem a S. João da Madeira, apresentar a sua mais recente obra "Aprender a Rezar na Era da Técnica"









A apresentação terá lugar na Livraria Entrelinhas.

(Rua João de Deus, 167 - S. João da Madeira)


faltar é loucura!!!

segunda-feira, 28 de julho de 2008

CERIMÓNIA DE ENTREGA DOS PRÉMIOS DO SAFARI FOTOGRÁFICO - ESCOLA SECUNDÁRIA SERAFIM LEITE EM S.JOÃO DA MADEIRA, 13.06.2008

Foi num ambiente de grande expectativa que decorreu a gala de entrega de prémios pelo Safari fotográfico, realizado a 1 de Maio do corrente ano, na Escola Secundária Serafim Leite em S. João da Madeira. Foi numa sexta-feira, o tempo estava ameno mas bastante ventoso. O local foi o edifício do Centro Multidisciplinar da Escola em questão.
Aqui ficam as fotos do evento:

O Presidente da Associação de Pais da Escola Secundária
Serafim Leite
O Grupo "I Dance" do Centro de Cultura e Desporto

Marlene: Uma aluna da Escola Secundária Serafim Leite,
tocando "My Imortal" dos Evanescence, na sua viola.
Uma parte da plateia que assistiu à gala.
Marlene e o seu colega, João, tocando "Nothing Else Matters"
dos Metallica, em viola acústica.
O grupo musical "CANTO NOVO", composto por Professores,
Funcionários e Alunos da Escola Secundária Serafim Leite.
A entrega dos prémios do Safari Fotográfico.

Após o encerramento da Gala, a confraternização.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Curtam as Curtas em S. João da Madeira



A TEIA dos SENTIDOS Associação Cultural vai realizar nos próximos dias 15, 16 e 17 de Julho a 1ª Mostra Nacional de Curtas-metragens em São João da Madeira.
A CURTA é uma iniciativa que pretende estimular o gosto pela sétima arte e incentivar jovens talentos. Contamos com material diversificado são trabalhos desenvolvidos por jovens estudantes de diversas instituições de ensino (Escola Univ. Aveiro, Cine Avanca, Univ. Católica, Esc. Sup. Artística do Porto, entre outras).

Esta mostra irá decorrer no Auditório dos Paços da Cultura em S. João da Madeira a partir das 21:30 durante os dias 15, 16 e a7 de Julho.

Para saber mais visite em http://simbiose.sitesedv.com

sexta-feira, 4 de julho de 2008

segunda-feira, 16 de junho de 2008

VISÃO OBLÍQUA (10.06.2008)

O Homem que sonha ter o sol
Entre o orvalho do céu da boca
não persegue tempestades de areia
nem semeia sombras no cérebro
caminha na estrada que escolheu seguir
com o o infinito na ponta dos dedos
o coração a servir de bússola
a eternidade num momento
e o paraíso no horizonte.

TIAGO MOITA

A "TEIA..." NA "CIDADE NO JARDIM"

Foi num solarengo e ameno 10 de Junho que terminou o famoso evento anual "A Cidade no Jardim" - Um evento promovido pela Câmara Municipal de S. João da Madeira, que tem como objectivo apresentar à comunidade as associaçõe locais da região, numa grande festa de celebração e confraternização e troca de ideias e iniciativas cheias de luz cor...e claro, boa comida e bebida :)

Apesar de recente, a Associação TEIA DOS SENTIDOS não pode faltar à festa, e juntou-se à iniciativa, num evento que surpreendeu os presentes (especialmete, os vizinhos do nosso "stand") com iniciativas didáticas e bastante originais, como demonstram as fotografias:







































RIO

Vozes sem voz navegam em silêncios
Apenas descritos pelas plantas e pelas pedras
Que afogam os seus timbres
Pelas gargantas do olvido

Cresce nas suas artérias
O sangue da terra virgem
Que dividiste durante o teu nascimento,
O salto para o mundo

O sangue que circula nas tuas veias
Transborda palavras por lavrar, a eterna poesia
A língua por beber das tuas lágrimas,
O orvalho da aurora

Nada escapou à tua marcha
Vales, montanhas, florestas, planícies
Retratos ébrios de uma natureza parda
Desenhados com a frieza dos teus dedos

Além do horizonte: o destino
O fim da viagem que traçou o teu rumo,
O encontro prometido

O abraço húmido com o espelho de sal
Que separou novos mundos do Mundo
A lágrima de Deus, baptizada com o nome “mar”,
Guardador de impérios e de segredos,
Mão que acolhe os rios para o seio da vida.

TIAGO MOITA

A SESSÃO DE APRESENTAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO "TEIA DOS SENTIDOS"

Foi num ambiente de grande expectativa e emoção, que no dia 10 de Maio, Sábado, foi apresentada em S. João da Madeira - cidade que a viu nascer, a Associação Cultural "TEIA DOS SENTIDOS". Apesar de não estar presente um grande número de pessoas, foi possível constactar num espaço de tempo que não circunscreveu uma hora, um conjunto de iniciativas ambiociosas e demonstrativas do potencial desta jovem associação, que demonstrou nesta sessão que "tem pernas para andar"

Aqui ficam algumas fotos da sessão:



















(Fotos tiradas por Filomena Tavares)





(Fotos tiradas por Rosa Familiar)

CREPÚSCULO

O horizonte, lâmina do céu
Espelha um rosto em movimento
A miragem muda

O céu, camaleão boreal
Assiste sem língua à morte do sol
A menstruação da tarde

O sol, seio de luz
Despede-se do mundo que o respira
Sem lágrimas

As nuvens, rebanhos de sonhos
Devolvem a virgindade ao crepúsculo
A melancolia do tempo

A lua apresenta a noite
E o silêncio que fermenta o sangue
Com que são feitos os versos
As palavras proibidas
Esquecidas por entre as sílabas do sono
Os ecos das sombras do dia
Que a noite afoga num abraço
Pelos abismos do olvido

O mel da vida

TIAGO MOITA

V TERTÚLIA DE POESIA DE VALE DE CAMBRA (20.03.2008 - QUINTA-FEIRA)

No dia 20 de Março deste ano, quinta-feira, teve lugar na Biblioteca Municipal de Vale de Cambra a V TERTÚLIA DE POESIA DE VALE DE CAMBRA, promovida pela Vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Vale de Cambra - Um evento ao qual não pode faltar alguns elementos da Associação Cultural TEIA DOS SENTIDOS, ao qual eu faço parte e muitas pessoas de diferentes idades,classes, sexos,géneros e feitios que partilharam naquela noite a mais nobre e bela forma de comunicar de todo o universo: A Poesia.

Da minha parte, aproveitei o momento para declamar o poema "UM SEGUNDO", extraído do meu primeiro Livro "ECOS MUDOS" e um poema, extraído do livro de um dos meus poetas favoritos (e fonte de inspiração), António Ramos Rosa.

Aqui ficam algumas fotos do evento:











(Montagem fotográfica de Rosa Familiar)