sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

O FILO-CAFÉ "SUICÍDIO/ALTERICÍDIO" (12/01/2008)

Foi num ambiente de fraterna partilha e efevercente actividade COOLtural que se desenrolou o Filo-Café de Sábado, dia 12 de Janeiro. O evento teve lugar no café PRINCESA, no Porto e serviu para discutir a temática de dois dos assuntos que mais afligem a humanidade (senão o universo...) e, por ironia, a humanidade procura esconder, qual avestruz a enfiar a cabeça na areia: O suícídio (a morte do "Eu") e o Altercídio (a morte do "Outro").
Neste filo-Café, o mundo teve a ocasião de conhecer a poeta Eva Mendez Doroxo, natural de Barcelona, que aproveitou o evento para lançar o seu livro de poesia "AS SETE IDADES", trocar algumas (im)pressões e tirar uns autógrafos para os curiosos.
Aqui ficam algumas fotos deste evento:


Foto do Anúncio do Filo-Café "SUICÍDIO/ALTERICÍDIO"


Júlia M.Lopes declamando um poema de Eva Méndez
Doroxo


Alberto A.Miranda apresentando Eva
Méndez Doroxo ao público

Amílcar Mendes declamando um poema do poeta coimbrão
João Damalceno



A poeta Eva Méndez Doroxo dando um autógrafo a um leitor

Performance plástica de um grupo poético
da Galiza

o escritor e pintor Teixeira Moita debitando umas notas
na viola electro-acústica de Tiago Moita


O escritor e poeta sanjoanense Tiago Moita (ao fundo)
Exprimindo uma opinião sobre o tema do filo-café.

A performance dos fios de lã

Amílcar Mendes declamando Mário de Sá-Carneiro


Adriana Henriques durante a sua performance
Concha Roussia e o poeta António Pedro Ribeiro, autor do
célebre poema "estou apaixonado pelo primeiro-ministro"
O poeta Salviano Pinto (José Efe)

Eva Méndez Doroxo entre amigos

(Fotos de Nelson silva)
Eva Méndez Doroxo e Elisabete Monteiro.
Um poema de Eva Méndez Doroxo
Sigo morta e aínda non morrín
non fun nacida
ardo como unha vela no fondo dun
caixón,
esquecida.
pero a forza que me impulsa
queima a madeira deixando meus
cabelos de vella tras o lume.
e así poder existir no mundo dos
imaxinables
Atu in As sete idades (incomunidade, 2007)

Um comentário:

Adilson - Rio de Janeiro - Brazil disse...

belas fotos ... um feliz encontro entre saberes gente e poesia