terça-feira, 7 de janeiro de 2014

DEZ ANOS DE POESIA À MESA EM SÃO JOÃO DA MADEIRA: 2012


Em 2012, São João da Madeira engalantou-se. O "Poesia à Mesa" chegou à sua 10ª Campanha e, para comemorar essa efeméride, a Câmara Municipal preparou um programa especial, tendo, mais uma vez como coordenador, José Fanha.

No dia 17 de Março, pelas 15H30, estreou um espectáculo infantil a partir de "A História das palavras" de José de Almada Negreiros nos Paços da Cultura.

No dia 18 de Março, a ex-jornalista do jornal sanjoanense "Labor" e repórter do "Jornal de Negócios" e do Porto Canal, SALOMÉ PINTO lançou o seu primeiro livro de poesia "Rio de Pétalas" num espectáculo que contou com a participação do TEPAS e dos grupos de dança Jazz/Hiphop do CCD, que interpretaram a poesia desta poetisa de origem sanjoanense, e que iria ser brevemente publicada em livro digital (E-Book) com as ilustrações de Alexandra Gonçalves. O espectáculo ocorreu nos Paços da Cultura.

No dia 20 de Março, ocorreu nos Paços da Cultura um espectáculo de poesia e rap, intitulado "CAMÕES É UM POETA RAP", realizado por Gisela Canãmero; foi inaugurado, pela segunda vez consecutiva, "O MAIOR POEMA DA CIDADE", pela Associação Cultural Teia dos Sentidos na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo em São João da Madeira - o mesmo local onde se realizou a tertúlia poética "OS POEMAS DOS NOSSOS POETAS", onde poetas do concelho (eu, incluído) tiveram a oportunidade de ler poemas da sua autoria, sob a coordenação da Mestre e professora de Português, Cristina Marques.

Durante todo o mês, foram desenvolvidas workshops e oficinas de poesia por todo o concelho e a poesia chegou, mais uma vez a crianças, jovens e adultos, tanto às escolas como aos cafés e aos restaurantes.

No dia internacional da Poesia, ocorreu o espectáculo "A PALAVRA DOS POETAS" nos Paços da Cultura, feita pelo actor Carlos Paulo do grupo de teatro português A Comuna. Nesse espectáculo, homenageou-se a vida e obra poética de Luís Vaz de Camões e Valter Hugo Mãe.

O Serão Poético deste ano, no dia 24 de Março nos Paços da Cultura, contou com a presença da célebre cantora e actriz SIMONE DE OLIVEIRA e do pianista NUNO FEIST.

Depois de dois anos de interregno, (e de mau tempo), a peregrinação poética voltou à rua na sexta-feira, dia 23 de Março e contou com uma arruada de percussão, fogo e dança da Associação Ecos Urbanos e a presença do actor RICARDO CARRIÇO, convidado por José Fanha, e das associações culturais e cívicas do concelho. Este ano, e pela primeira vez no Poesia à Mesa, um dos poetas homenageados resolveu, não só aparecer, como também leu um dos seus poemas na peregrinação: VALTER HUGO MÃE.

Os poetas homenageados nesse ano foram MATILDE ROSA ARAÚJO, LUÍS VAZ DE CAMÕES, YVETTE CENTENO, PEDRO TAMEN e MALANGATANA (MOÇAMBIQUE)

Aqui ficam algumas fotos.


A espera na Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo (23.12.2012)


Os voluntários da Arruada dos Ecos Urbanos (23.03.2012)


O estandarte da 10ª campanha do Poesia à Mesa 2012
com as figuras dos poetas homenageados (23.03.2012)


José Fanha falando de Matilde Rosa Araújo
(23.03.2012)


Alunas da Universidade Aberta de São João da Madeira
lendo poemas de Matilde Rosa Araújo (23.12.2012)


Alunos da Universidade Sénior de São João da Madeira
lendo poemas de Luís Vaz de Camões (23.03.2012)


A Directora da Universidade Sénior e membro do 
Grupo "Cultura Viva" do Dr. Magalhães dos Santos,
Dr.ª Susana Santos Silva, lendo um poema de
Luís Vaz de Camões.


O director da Associação Dr. Luciano de Oliveira. 
Pedro Laranjeira, lendo um poema de
Luís Vaz de Camões (23.03.2012)


A arruada dos Ecos Urbanos a caminho da Praça Luís Ribeiro.
(23.03.2012)


Professoras da Escola Secundária Serafim Leite
de São João da Madeira lendo poemas de
Yvette Centeno (23.03.2012)


José Fanha falando de Valter Hugo Mãe na 
Praça Luís Ribeiro (23.03.2012)


Fábio Silva (Ecos Urbanos) cantando em rap
um poema de Valter Hugo Mãe (23.03.2012)


Os Ecos Urbanos lendo um poema de Valter Hugo Mãe numa
performance teatral (23.03.2012)


O escritor e Poeta Valter Hugo Mãe lendo um dos 
seus poemas: "O Osso da Pila" (23.03.2012)


José Fanha falando de Malangatana
(23.03.2012)


O actor Ricardo Carriço lendo um poema de Malangatana
(23.03.2012)


Um dos elementos da Associação Teia dos Sentidos lendo um poema
de Malangatana (23.03.2012)


Uma das jovens associadas da ASJM 
lendo um poema de Pedro Tamen


Um dos jovens da ASJM, disfarçado de sapateiro, em homenagem
ao mais recente (e galardoado) livro de poesia de Pedro Tamen
"O Livro do Sapateiro" (23.03.2012)


Os voluntários da arruada dos Ecos Urbanos cantando a canção
"Perdidamente" dos Trovante - retirada do poema "Ser Poeta" de 
Florbela Espanca. (23.03.2012)


José Fanha e Ricardo Carriço com elementos dos
Ecos Urbanos


O escritor e poeta Valter Hugo Mãe entre os voluntários dos
Ecos Urbanos (23.03.2012)

Nenhum comentário: