quarta-feira, 15 de março de 2017

"METANOIA" - O TERCEIRO LIVRO DE POESIA DE TIAGO MOITA


"Metanoia" é uma palavra grega que significa transformação de comportamento ou de carácter, mudança de pensar e sentir no caminho da perfeição, conversão interior. Na retórica, é um artifício que serve para reforçar uma afirmação, para refazê-la logo de seguida, corrigindo-a, enfatizando-a ou atenuando-a.

Em apenas 33 poemas, Tiago Moita revela nesta obra um sujeito poético em busca da origem do silêncio primordial da criação que habita no âmago das palavras, cuja essência e significado transcendem o tempo, o espaço e a linguagem. 

MARCA D'ÁGUA

Esconde-se na candura
do seio secreto das folhas
até que a chama grávida
de um desejo exíguo
exponha a nudez da verdade 
que habita no silêncio

Teu símbolo mancha a sede ferida 
de uma nódoa do mar
húmida presença 
do legado azul de uma memória

Espelho de uma obra matiz
impressão digital da chuva
rio vigilante de um lençol de vida
sal de uma lágrima guardiã
das legendas opacas
nas entrelinhas do mundo.

TIAGO MOITA
"Metanoia"
Colecção "Prazeres Poéticos"
Chiado Editora
2017


"(Tiago Moita) domina bem a linguagem poética 
e consegue um equilíbrio que mantém uma tensão
do princípio ao fim."

Nuno Júdice


"Uma obra invulgar e com uma profundidade e
amplitude notáveis."

Fernando Pinto do Amaral

Nenhum comentário: