terça-feira, 27 de junho de 2017

TIAGO MOITA E ANDRÉ DE OLIVEIRA HOMENAGEADOS EM PENAFIEL


TIAGO MOITA E ANDRÉ DE OLIVEIRA HOMENAGEADOS EM PENAFIEL

Esta sexta-feira, dia 30 de Junho de 2017, a Câmara Municipal de Penafiel vai homenagear os escritores Tiago Moita e André de Oliveira numa Tertúlia Literária na Biblioteca Municipal de Penafiel.

Nessa sessão, os dois escritores portugueses falarão um pouco a respeito de si próprios, das suas obras, do seu percurso literário, da literatura, da cultura, entre outros assuntos.

Após a sessão, os escritores acima mencionados estarão disponíveis para dar alguns autógrafos e trocar dois dedos de conversa com todos os presentes.

Haverá também um momento musical por parte do Coro Académico da Universidade Sénior de Penafiel, seguido de um Porto de honra, no final da sessão.

A entrada é gratuita e a participação é livre.

Até Sexta-feira!


Tiago de Vasconcelos e Moita nasceu em Lisboa em Abril de 1975. Começou a dar os primeiros passos na Poesia a partir dos quinze anos em São João da Madeira - cidade onde vive actualmente desde os dez anos.

Estudou Direito na Universidade Lusíada do Porto, onde publicou um dos muitos poemas e textos em prosa em 1998, no jornal da universidade, do qual foi principal colunista durante três anos e foi membro do E.L.S.A (European Law Students Association), entre 1998 e 2001.

Desde cedo revelou uma enorme paixão em escrever, algo que o levou a participar em workshops de declamação poética e cursos de escrita criativa entre 2003 e 2013, bem como a participar em alguns eventos culturais em Portugal e em Espanha. Fez parte de alguns grupos e associações culturais da sua terra entre 2006 e 2010. Publicou alguns dos seus textos em jornais e blogues.

É autor de três livros de poesia "Ecos Mudos" (Papiro Editora, Porto, 2006), "Post Mortem e Outros Uivos" (WorldArtFriends Editora, 2012) e "Metanoia" (Chiado Editora, Lisboa, 2017) e dois romances "O Último Império" (Chiado Editora, Lisboa, 2012) e "O Evangelho do Alquimista" (Chiado Editora, 2016)

Recebeu os mais variados elogios e comentários à sua pessoa e às suas obras literárias por parte de alguns dos mais importantes nomes da literatura contemporânea portuguesa e do mercado literário português, como Miguel Real, Mário Cláudio, Nuno Júdice, Fernando Pinto do Amaral, Luísa Monteiro, Luís Miguel Rocha, Sónia Louro e Alberto S. Santos desde 2012. Miguel Real considerou-o "um dos mais promissores novos autores portugueses" (sic).

Trabalha actualmente como formador de Escrita Criativa.


André de Oliveira nasceu em Milheirós de Poiares, Concelho de Santa Maria da Feira, em Janeiro de 1985. Desde muito cedo revelou uma enorme paixão por escrever e representar, algo que o levou a publicar alguns dos seus textos e poemas na primeira revista literária da Escola Secundária Oliveira Júnior em 1999 e a tirar o Curso Profissional de Interpretação para Actores na Academia Contemporânea do Espectáculo do Porto em 2008.

Colabora assiduamente no desenvolvimento de projectos nas áreas de produção de cinema e de teatro, tendo já participado em alguns filmes e séries de televisão.

É amante de cultura oriental e gosta de viajar. 

Em 2016, a Chiado Editora publicou o seu primeiro romance "Peónia Vermelha".

Trabalha actualmente como actor e formador de Escrita Criativa.

Nenhum comentário: