sexta-feira, 30 de setembro de 2011

POETAS CONTEMPORÂNEOS DO SÉCULO XXI: ALEXANDRE NAVE




O CHEIRO DOS CARNICEIROS A TATUAR PALAVRAS

Os pés nos campos de algodão

calcinados de sangue, abertos
descidos os buracos do corpo

caminhamos os campos desprovidos
abrimos poços nos ouvidos.
um a um num cordão a enfiar,

nascemos uns nos outros

não sabemos quem nos vem queimar.

Alexandre Nave
Columbários & Sangradouros
Quasi
2003

ALEXANDRE NAVE, nasceu em Lisboa no ano de 1969. Estudou Artes Plásticas, área na qual frequentou cursos de pintura e desenho, escultura, video, teatro e banda desenhada. Em 2004 foi distinguido com o Prémio Primeira Obra, atribuído pelo P.E.N Clube Português ao livro Columbários & Sangradouros pela Quasi, havia ganho o 1º Prémio Internacional de Poesia "León Felipe".

Nenhum comentário: